Karol Conka relata racismo vivido na escola

"Meus pais me viram tentando ‘descolorir' a pele com água sanitária", disse
Karol Conka

Karol Conka revolucionou a música e reforçou a resistência negra no cenário musical do Brasil. Com 29 anos, músicas de grande sucesso e posições políticas polêmicas, ela busca o empoderamento de mulheres negras e da importância do amor próprio e autoestima.

Mas nem sempre sua vida foi assim, cheias de confiança. Após lançar o clipe da música Maracutaia, Karol deu uma entrevista para um programa da TV paga no qual falou sobre o racismo que sofreu durante a sua infância, dentro de sua escola. Foi um relato triste que mostra só um pouco do que sofrem milhares de crianças negras no país.

Karol Conka

"Meus pais me viram tentando ‘descolorir' a pele com água sanitária", disse a cantora. Segundo ela, tanto os professores quanto os alunos de sua escola faziam comentários racistas contra ela. A rapper também afirmou que este foi o mesmo motivo pelo qual seu pai e sua tia decidiram sair da escola.

"A professora zombava do meu cabelo e falava que eu era amaldiçoada por ser negra", comentou Karol. "E não era só uma professora, eram vários", continuou. Assista ao vídeo:


Por Thamirys Teixeira

Comente

 

Fábio Jr. se casa pela 7ª vez

Famosos que já se casaram MUITAS vezes

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

orgasmoperfumes importadosemagrecercosméticosmaquiagemcarnavalpenteadosperfumedepilaçãonovelaansiedadeamorcortes de cabelobatomblushbolo de cenouradecoração para festa infantildieta detoxsuco detoxmoda das famosashoróscopo diário50 tons de cinza