Abuso sexual infantil: como identificar?

Saiba como descobrir se seu filho está sendo abusado e como proceder diante da situação
abuso sexual infantil sinais

Você seria capaz de perceber que seu filho estaria sofrendo abuso sexual infantil? Um casal de Montes Claros (MG) conseguiu. Eles descobriram que sua filha estava sendo abusada pelo pastor secundário da igreja em que frequentavam, durante supostas aulas de inglês através de desenhos da menina.

Infelizmente, a descoberta veio tarde demais, após uma série de abusos. De acordo com o portal de notícias G1, o ex-pastor João da Silva, de 54 anos, foi preso assim que os pais tomaram conhecimento dos fatos através da criança.


De acordo com as investigações, a criança começou a fazer as aulas em julho de 2015 e parou. Os pais insistiam para que ela voltasse, mas a menina afirmou que não queria retornar porque “o tio João fazia bobagens com ela”. Os pais procuraram por uma psicóloga particular que os orientou a procurar nas coisas da filha indícios ou vestígios do crime.

abuso sexual como denunciar

Outro desenho feito pela menina de cinco anos que sofreu abuso (Foto: Michelly Oda/G1)

abuso sexual como denunciar

Um dos desenhos que os pais encontraram nos pertecences da menina (Foto: Michelly Oda/G1)

"A menina gostava muito de desenhar, e os pais encontraram vários desenhos que ilustravam o abuso sexual”, disse a delegada Karine Maia. A delegada também disse que na maioria das imagens há duas pessoas, uma rindo e a outra chorando. Em um dos desenhos há uma pessoa com o pênis ereto, imagem comumente feita por crianças que sofrem abusos.

Abuso sexual infantil no Brasil - Dados alarmantes

Este caso em Minas Gerais não é isolado. De acordo com o número de denúncias feitas ao Disque-Denúncia Nacional, Disque 100, Mais de 17,5 mil crianças e adolescentes podem ter sido vítimas de violência sexual no Brasil só em 2015, quase 50 por dia durante um ano inteiro.

As denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes no Disque 100 foram apenas uma parcela das 80.437 registradas em 2015 contra essas faixas etárias. Negligência e violência psicológica são outras violações registradas. As meninas são as maiores vítimas, com 54% dos casos denunciados. A faixa etária mais atingida é a de 4 a 11 anos, com 40%. Meninas e meninos negros/pardos somam 57,5% dos atingidos.

Como identificar se a criança é vítima de abuso sexual?

abuso sexual como denunciar

Normalmente, este abuso fica cercado de um complô de silêncio, pois este é um ato que envolve medo, vergonha, culpa e desafia tabus culturais (a sexualidade, incluindo a da criança) e aspectos de interdependência. Como vimos acima, desenhos podem indicar que está acontecendo algo errado com a criança. Mas além disso, existem muitos outros sinais:

1 – Crianças extremamente submissas

2 – Crianças extremamente agressivas e antissociais

3 – Crianças pseudo-maduras

4 – Crianças com brincadeiras sexuais persistentes, exageradas e inadequadas

5 – Crianças que frequentemente chegam muito cedo à escola e dela saem tarde (num esforço inútil de escapar da situação do lar)

6 – Crianças com fraco ou nenhum relacionamento com seus pares e com imensa dificuldade de estabelecer vínculos de amizade e com falta de participação nas atividades escolares e sociais

7 – Crianças com dificuldade de concentração na escola

8 – Crianças com queda repentina no desempenho escolar

9 – Crianças com total falta de confiança nas pessoas, em especial nas pessoas com autoridade

10 – Crianças com medo de adultos do sexo oposto ao seu

11 – Crianças com comportamento aparentemente sedutor com pessoas adultas do sexo oposto ao seu

12 – Crianças que fogem de casa

13 – Crianças com sérias alterações do sono (como em geral os abusos são feitos na cama, se estabelece o medo de dormir e sofrer o ataque )

14 – Crianças com depressão clínica

15 – Crianças com ideias suicidas

16 – Crianças com comportamentos de automutilação

17 – Crianças com imensos sentimentos de culpa em relação a tudo

Como denunciar abuso sexual infantil?

abuso sexual disque 100

Ao perceber quaisquer sinais, os pais devem procurar um psicoterapeuta que pode orientar sobre a melhor forma de abordar o assunto com a criança. O profissional também pode ajudar os pais a não tirar conclusões precipitadas.

Por meio do 100, o usuário pode denunciar violências contra crianças e adolescentes, colher informações acerca do paradeiro de crianças e adolescentes desaparecidos, tráfico de pessoas – independentemente da idade da vítima – e obter informações sobre os Conselhos Tutelares.

Contatar as autoridades competentes através do disque 100 também é fundamental após a forte suspeita ou confirmação do abuso. O serviço funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas aos órgãos de defesa e responsabilização, conforme a competência, num prazo de 24h. A identidade do denunciante é mantida em absoluto sigilo.

Por Thamirys Teixeira

Comente

 

Fábio Jr. se casa pela 7ª vez

Famosos que já se casaram MUITAS vezes

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?

Últimas

Top Temas

relacionamentoseparaçãodivórciotraiçãociúmeamorcasanamoropartoabortofesta infantilmoda infantilnamoro à distânciaencontrosnamoradanamoro virtualrelacionamento abertoenxoval de bebêdecoração de festa infantilcasamentocomo arrumar um namorado